quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Tratamento capilar caseiro e barato - Juliana Loyola

     O que mais que a gente quer da vida além de economizar e ter cabelo bonito junto? A Juliana Loyola, além de ter esse nome chique, fez esse vídeo massa aplicando aquelas técnicas de que a gente já cansou de falar aqui nos posts de cronograma capilar - ela faz o tratamento no cabelo dela, que é lindo e certamente sofrido, já que é descolorido e recebe as cores (todas), o que maltrata bem, vocês sabem. Gente, é claro que funciona!
     Uma dúvida que pode surgir: percebam que ela usa o ingrediente de nutrição antes de hidratar - pode isso, Arnaldo? Sim, ela fez aquele tal do pré-shampoo! Usar uma umectação antes de hidratar é uma boa, se feito desse jeitinho aí. A umectação de noite inteira eu já indico pra quando o cabelo estiver hidratadinho, ok? Senão pode pesar e aquelas coisas todas que a gente já sabe (cabelo oleoso, pesado, sem balanço e sem tratamento real).
     Uma coisa legal que ela faz é (dentre várias): usar glicerina! E aplicar só o creme suficiente; é bom lembrar que as vezes a gente faz aloka e tasca um quilo de creme achando que faz diferença; gente, não faz, seu cabelo só absorve aquela quantidade ali e o resto é resto.
     No mais, tá aí:

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

I'm back, bitches

     Sim, não me deixei abalar pelo microorganismo maligno que ora habitava meu ser e retornei do limbo do bem estar para a ascender novamente bem, saudável, loira e rica.
     Dicas que deixo nessa convalescência pra quendo estiver doente:
1 - Não se jogue. Por mais que a vontade seja chorar e pedir coisas pra todo mundo em casa (ou reclamar no telefone quando estiver longe), não faça isso. Faça coisas. Se der pra ir trabalhar, trabalhe. Houve momentos em que eu quase me arrependi de ter ido, mas digo que valeu muito a pena. Estava mal, mas dei minhas aulas com todo carinho e capricho e isso me orgulhou e me ensinou muito - sobre mim, sobre dar aulas, sobre muita coisa. Ou seja: faça coisas.

2 - Carregue lenço de papel na bolsa, ou mesmo um rolo de papel higiênico se sua doença for do tipo respiratória. Carregue provisões prevendo falhas no sistema, se é que me entendem.

3 - Beba água. Essa vale pra qualquer momento da vida, mas a gente tem que lembrar que a água é o elemento em maior abundância do nosso sistema, além de lubrificar, resfriar e carregar as coisa ruim embora. Em caso de muita perda de líquidos e nutrientes (aka ficar presa no banheiro), reponha com soro - caseiro ou os de farmácia, aqueles de diluir na água ou de tomar na garrafinha. Muito mais que água, nesse caso, você precisa de repor outras coisas que se perde nos problemas digestórios.

4 - Coma. Claro que ficar doente faz com que a gente não queira nem ver nem mesmo batata frita, mas seu corpo precisa lutar contra uma doença, ele precisa de combustível. Escolha coisas apropriadas (geralmente frutas e legumes são universais, exceto no caso 3, em que se deve comer alimentos constipantes) e faça uma força, mas sempre respeitando os limites do seu corpo - os instintos devem ser observados, eles estão diretamente ligados ao funcionamento do nosso corpo e são muito, muito inteligentes e mascarados pela nossa dita "civilização". Na dúvida do que te fez mal? Vai repassando na cabeça o que você comeu. Na lembrança daquela comida que te der uma náusea, pode saber que acertou - seu corpo sabe melhor que você.

5 - Não se auto medique. Isso é muito importante. Eu poderia ter lascado um antibiótico na primeira febre e uma dipirona na primeira dor de cabeça, mas sintomas são ouro: são eles que te dizem o que pode estar acontecendo com você. Tomar remédio por conta própria quase sempre vai significar desastre porque cada doença tem sua evolução e na maioria das vezes devemos esperar para ver qual vai ser. No caso de uma doença viral, por exemplo, não há o que tomar; e aí se você toma antibiótico? Vá ao médico.

6 - Lembre-se: vai passar. :)

Tamos aí, em pé sem cair, deitado sem dormir, sentado sem cochilar, fazendo pose.


sábado, 12 de outubro de 2013

Halloween

     Antes de mais nada, se você vai comentar/ pensar/ julgar falando que "só comemora halloween no dia em que um estadunidende comemorar são joão" me poupe.
     Professores/ coordenadores/ pedagogos - uni-vos! Quem dá aula, quem principalmente está envolvido com inglês, fica empolgado em outubro por causa do halloween. Claro, deve ter gente que detesta, que não tem habilidade ou paciência, mas eu sou a louca do craft e amo fazer coisas à mão, exercitar a criatividade, sei lá, gosto muito; e se isso for uma desculpa pra comer mais doce e ensinar a meus alunos coisas sobre culturas diferentes, tamo dentro mais ainda!
     Passei bom tempo caçando ideias pra halloween. Achei coisas muito legais, muito simples, sofisticadas, gostosas, medonhas e engraçadas. Olha uma seleção de coisas maneiras que encontrei (no meu Pinterest tem um board só de Halloween, vai lá, tem link aqui do lado; é o P vermelho, pra quem não conhece). Desculpem estar tudo em inglês, mas a maioria tem fotos que ajudam bem.

Esse fantasma engomado:

    http://1.bp.blogspot.com/-abk5PtibUtE/Tw4Aiu9f7OI/AAAAAAAAATc/NwvnaMb0bYU/s640/ghoulishly-glowing-cupcakes-1.jpg         Witch is dead Cupcakes         witch hat cupcakes


               

 Sem comentários pra esse cupcake com vidro de açúcar. Já tinha visto um no site da Martha Stewart (lembrei da Mayara; hein, May?)

      final.jpg

E estes dois, loucos, lindos, preciso pra ontem:


                                  IMG_0363.JPG


                                     

 E tem mais uns que vou fazer pros meus alunos e, caso tenha augum algum leitor escondido, não vou estragar a surpresa. Depois mostro as fotos.
     Fala se não é tudo lindo?

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Oonhas

     Vocês não amam escrever no dialeto travestchee?
     Comprei esse Penélope Luz, como sempre, na Belíssima. Trouxe, da nova coleção, este e o Yoga, um roxo lindo cheio de glitters grandões. Mas olha que lindo esse Bellatrix:
Eike loucura, Eike Batista
      O Bellatrix é lindo. É um composto de glitters - especialidade de PL - que tem um milhão de glitter fininho prata e coloridos, acredito que um pouco maiores, de tudo quanto é cor. Não sei dizer se cada glitter tem uma cor ou se mudam de cor conforme a luz e a posição. Aparece roxo, vermelho, laranja, verde, azul. A base é meio cinza e eu passei UMA camada por cima do Preto, da Impala.


     O adesivo, claro, Art Nas Unhas. Usei por cima de uma camada do Samba, da Risqué. Tenho gostado de usar adesivo por cima dele porque é um branco que não mancha (já que é metálico) e, quando aparece, ele dá um brilhinho MUITO discreto no adesivo. Recomendo. A prática é mesmo a melhor coisa: hoje já consegui chegar numa melhor aplicação do adesivo. Se você seguir o que fala nas instruções você consegue bem, eu enrugava muito porque não aplicava com a unha quase seca. Gente, quase seca meesmo! Dá certinho. Usei o top coat Avon só na unha do adesivo.

   

terça-feira, 8 de outubro de 2013

Nivea MED para lábios ressecados

     Passando na farmácia pra procurar um BB Cream (depois falo disso, tô abstratada), dei de cara com uma prateleira vertical (?) com balms da Nivea. Preciso declarar meu amor por essa marca? Não. Obrigada. De nada (só podia ser da Alemanha <3 ).
     Minha boca resseca muito. Muito. Se está fazendo frio, resseca por causa do frio. Se está calor, por causa do calor. Se está seco, por causa da secura. Se é dia 17, resseca porque é dia dezessete. Entenderam a lógica? Daí que eu não-consigo e arranco as pelinhas (e imediatamente me arrependo, é um ciclo); que glamour de minha parte. A boca fica horrorosa e dolorida. Até então tava usando este azul, também da Nivea.
     Mas aí encontrei esse subtítulo "MED PROTECTION" e achei que seria uma coisa mais cuidados, mais médicos medicina, mais tratamento. No blister tá escrito "lábios secos ou extra secos". Já que uso o creme da Nivea Milk, para peles secas ou extra secas, achei que seria uma boa. Olha os dois aí:




     Mas gente, que negócio maravilhoso espetacular!!!! Ele realmente recupera o ressecamento, mas o melhor dele é que ele dá toda uma manutenção pra boca, tipo, se você esquece de passar e sai de casa sem ele, você não morre, ou seja, o tratamento que ele já deu não esgota, é uma coisa mais duradoura. Achei muito melhor que o azul (Essential Care) em termos de durabilidade do efeito e de textura também. O Essential Care é branco e mais grosso, granuloso e heterogêneo, desfaz mais fácil quando se aplica. O Med é amarelado e lisinho, fino - quando se esfrega um lábio no outro não se sente muito, ele é bem firme mas, uma vez que vai pros lábios, é mais um creme mais pra líquido mesmo (excelentes explicações, palmas pra mim). Apesar disso, esteticamente, é a mesma coisa - a cor não aparece na boca e os dois deixam aquele "molhado" característico dos balms. A textura só faz diferença no tato mesmo. Se você passa antes de se deitar (o que é ótimo), você acorda com ele. Muito bom mesmo.


     Na maquiagem: achei ótimo usar por baixo de batom. Até agora experimentei com aqueles batons líquidos da Avon Extralasting. O meu é o vermelho e passei por cima do Med com o dedo. Ficou lindo; deu uma leveza pro vermelhão (que nem sempre consigo usar de dia, ainda mais pro trabalho). Ficou muito digno e o batom líquido não deu aquela secada na boca que rola umas horas depois.
     Veredicto: acho que se você só sofre de ressecamento por frio/ tempo seco, o Essential Care vai dar conta do recado; o cheiro é ótimo e tem mais cara de gloss, mais pesadinho na boca. Mas se você fica com a boca toda arrebentada por qualquer motivo, indico muito esse Med Protection. Se salvou minha boca, qualquer uma tá salva. Sério mesmo.

*o desgrude não trabalha com conteúdo pago. os produtos e serviços indicados são descritos espontânea e livremente, de acordo com a minha opinião.
*o(s) produto(s)/ serviço(s) dessa postagem foi(foram) comprado(s) por mim.



domingo, 6 de outubro de 2013

Unhas da Ísis

Lindezas por lindezas, esmalte, carimbo e glitter mais mãozinha de criança... esta aí é da minha preta, minha vidinha, sobrinha e afilhada, companheirinha, anjinho... tudo! Claro que ela ama um esmalte. Só uso nela 3free (quase sempre Colorama),mas dessa vez ela pediu um "brilho" e usei o Sonho, da Mohda. A base é o Rosa Tropical, da Colorama e o carimbo fiz com o Noite Quente, da mesma marca. Vejam que amor: a plaquinha é Criart's e o desenho fica pra ela como se fosse estampa de unha inteira:

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Have a Nice Day nails

     Uma das imagens mais icônicas pra quem é fã de Bon Jovi é a capa do álbum "Have a Nice Day" - aquele da carinha vermelha com sorriso irônico. A ideia é desejar aquele bom dia, quando as coisas estão dando errado, ou estão querendo se meter na nossa vida, no sentido de "talk to the hand".
     Um dos adesivos Art Nas Unhas que eu encomendai foi esse. Fiz uma filha única uns dias antes do show:

     Nas unhas vermelhas usei o 238 da Kiko (alguém sabe se esses esmaltes têm nome? Não achei no vidrinho). Para que a imagem apareça bem, devemos pintar a unha de branco antes da aplicação do adesivo. Fiz isso com o Blanc, da Blant. Mas não ficou tão bom, ficou esbranquiçado em volta e eu coloquei a carinha torta na unha. Fiquei com tanta raiva que quase tirei tudo. Créditos para mo, que garantiu que eu mantivesse a unha assim. Passei uma camada do vermelho por cima e top coat (Avon) pra alisar. Ficou bem grossinho e a carinha ficou menos nítida, mas achei que ficou bem legal depois dessa arrumação.
     O clima é bem este: