quinta-feira, 14 de maio de 2015

Cauterização em casa

     Eu tô alok do retoque de cabelo. Tem muito tenpo que não falo de cabelo aqui porque depois da saga ruiva veio a saga mais difícil ainda, que é a volta pro loiro. Não adianta querer sair do loiro. Não vai rolar.
     Então em resumo:
- 14 anos: fiz luzes primeira vez
- 17 anos: tava achando muito caro manter as luzes e apaguei-as
- 17 anos: claro que voltei a ser loira
- 20 anos: quis platinar e ganhei o primeiro grande erro capilar da minha vida
- sequência de erros até consertar e ter o corte químico, aos 24 anos
- 25 anos: cismar de ficar ruiva (culpa um pouco de Game of Thrones, julga aí), ir no cabeleireiro falar que queria isso, receber isso, gostar mas ver que vc ainda quer o que pediu
desistir do cabeleireiro, fazer em casa (#roots), conseguir o ruivo que eu sempre quis com freaking henna indiana (que não é henna Surya, pelamor) e ver que não gostei que quero loiro.
--tendo paciência tem toda essa história contada nas tags Cronograma Capilar ou Cabelo--

     Ao voltar pro loiro, em setembro/ agosto do ano passado, fui conseguindo dar umas clareadas com descolorante em casa mesmo (mistura 1:1 de pó e ox 30, deixando 7 min) pra quando fizesse as luzes a base estivesse mais clara e menos laranja. Fiz as luzes antes do meu casamento e casei com um strawberry blonde bonito.
     Maaas, ainda quero, nunca deixei de querer platinar. A última vez que fiz luzes foi em dezembro, já tô com uma super raiz e cortei bastante, ou seja, as pontas estão saudáveis. Quero retocar agora, 5 meses depois - mesmo sabendo que vai danificar bastante e vou perder essa saúde vai valer a pena porque, né, loira. Acredito que ter esperado esse tempo todo me permita platinar bem.
     Vou fazer no único colorista de competência que conheci (e olha que conheci MUITOS) em Juiz de Fora, o Edilson Bretas. Quem quiser achar pode ir na Mega da Marechal e procurar por ele.
     Como tenho casamento pra ir fim do mês vou fazer mais pertinho.
fim da difressão explicativa
     Isso tudo pra contar que estava montando uma receita de recuperação/ cauterização pra fazer depois da química - nunca no mesmo dia, hein, gente - e achei esse vídeo ótimo que explica tudo que eu queria falar.
     Dica: na hora de comprar a queratina, ache uma queratina mesmo. O que mais tem por aí é vidro cheid'água com meia gotinha de queratina. Sai dessa. Não ouça as vendedoras da Mega Vale e leia rótulos. Já ensinei aqui também a fazer isso.
     E este é o vídeo. Bjs!

sexta-feira, 8 de maio de 2015

Dois anos e 20 dias de blog

AÊAÊAÊ
    Porque né, esqueci do aniversário do blog. again.
     Graças a Deus que ele não é uma pessoa e não vai me dar gelinho por isso, lendo minhas mensagens no whatsapp e não respondendo.

     O que aconteceu nesses dois anos:
1) Aprendi muito sobre cabelo.
     1.2) A Aline Bessa, minha amigue, é a madrinha deste SAITE, pois se não fosse ela eu não ia pensar "mas gente, vamos falar de cabelo nas internets".

2) Aprendi a me maquiar melhor. A gente entra tanto em site de beleza que acaba descobrindo que a gente não tem côncavo, o que é contorno, o que é um pincel de esfumar.

3) Aprendi que blog serve pra gente falar do que a gente quiser na hora que a gente quiser. Já imaginei nos meus sonhos mais loucos ganhar dinheiro aqui, mas durou coisa de meio segundo. Morreria de transformar isso aqui em obrigação ou de ter que falar contra minha opinião por causa de jabá. Fora que seria impossível porque já tem blogueira demais famosa e quem sou eu na noite, né.

4) Perdi uma aluna pra um acidente de carro. Engraçado que ela era ótima e me fez fazer essa postagem aqui. Ela tinha, sei lá gente, 14 anos. E um caminhoneiro que já tinha sei lá quantas passagens por direção perigosa, matou ela, e o pai dela. Foi 12 dias depois dessa postagem, tipo, 2 dias antes do Natal. Laís, fica com Deus. E queria ter falado um monte de coisa pra ela, queria ter visto ela passar no vestibular, mas ela tá lá no Céu, e isso é bom, infelizmente não tá aqui, mas é bom. Aprendi  lembrei que a vida tem essas coisas cu aí.

5) Aprendi que beleza, cabelo e unha é coisa muito séria. Já contei aqui que não gostava de me maquiar e só andava de cabelo preso. Claro, sempre fui daquelas de prezar pela inteligência, pela profundidade psicológica, em ser uma pessoa interessante, mas gente quem disse que precisa ser bege pra isso, né? Me dá ódio hoje ver as pessoas darem desculpas tipo "não tenho tempo"/ "não é isso que interessa"q "o que importa é a pessoa que sou" - Claro que você trabalha muito! Claro que não é isso que interessa! Claro que o que importa é a pessoa que você é! Isso tudo é muito óbvio que me dá preguiça, calor e sono.
O que não admito é usar obviedades como desculpa. Com 5 minutos (literalmente) você se maquia de manhã, e pode muito bem escolher a roupa na noite anterior pra poder dormir até o limite da soneca (falo porque sou adepta). Você pode muito bem ser inteligente, interessante, poliglota, culta e viajada e estar bonita! Pare de tentar se esconder! Se você quer (pois lógico que você pode não querer, aí esquece tudo o que eu falei) - Se você quer, se você sente falta de estar mais bonita, se você olha as moças bonitas e arrumadas na rua e te dá um negocinho ruim (tipo "pq não estou arrumadinha tb?"), meoamor você pode. Vai lá e faz. Senta a bunda no youtube e se vira. Faz bem pra vida.

5) Todo mundo tem autoestima baixa em algum momento. Do mês, do dia, da semana. E temos que viver com isso e lutar contra isso. Passar rímel, não importa o quê aconteça.

ps: eu fiz um apanhadinho com posts antigos, não são os melhores e nem os mais queridos, mas coisas pra relembrar esta que vos fala. Ceis já tinham entendido isso, né, nem precisava desse ps; mas toda uma prolixidade.