terça-feira, 23 de junho de 2015

Unhas antigas - flashback

     Eis que futicando aqui no computador achei um tantinho de unhas antigas que, honestamente, estou com preguiça de ver se já postei ou não. Mais pra ter a satisfação de rever e quem sabe repetir alguma dose.
Maxibolsa de Palha (Risquè) com adesivo

Blanc (Blant) + Sarcasm (Penélope Luz)

Progressivo (Hits) - quando ainda chamava Glitter Forte "algum número"
 Eu nem desgosto das minhas unhas curtas, mas grandes são outro departamento.

Preto (Impala) + Blac (Blant) com adesivo

Maxibolsa de Palha (Risquè) + Glitter Forte (Hits) não lembro o nome que ele ganhou

Santa Gula (Risquè) + carimbo feito com o Impala Cromo Ouro

Lichia (Hits) + Sakura (Penélope Luz)

Extra (DNA Italy) + Sarcasm (Penélope Luz)

Engraçado que nos últimos tempos tenho preferido unhas mais sóbrias e gostado de nudes e clássicos (estarei eu velha?), mas só de olhar essa penúltima tenho vontade de nadar num mar desse glitter.

segunda-feira, 22 de junho de 2015

Unhas - It Girl, da Hits

Esse é da coleção da Marina Ruy Barbosa, da Hits. Tom lindo, mais lindo que o antigo Azulle, da Ludurana que era um semi dupe de um gringo que esqueci
Tom divino!

sábado, 20 de junho de 2015

Assistir Gossip Girl está me fazendo mal

     Sim, eu sei que já acabou mas eu amoadoro assistir a séries que já tem mais de 3 temporadas porque minha coisa favorita é obcecar com uma coisa e ir assistindo assistindo assistindo. Já basta House of Cards, The Walking Dead e Game of Thrones pra me fazer chorar com episódios semanais e/ ou um ano de espera entre uma temporada e outra.
     Mas me faz mal porque dá vontade de ser rica. As roupas e os sapatos, muito mais que o lifestyle pobre a afetadinho, são uma perdição. A construção de figurino da série é muito boa, apesar de não me fazer brilhar os olhos nas maquiagens (pouco glamour nos olhos e muito blush).
     A Serena é mais urbana e fashionista, usando coisas lindas mas confesso que há momentos em que ela é estranha. Algumas roupas dela não gosto (coisa do estilo dela, mas vanguarda da moda mesmo). A Blair já tem uma referência mais clássica, Audrey, adulta, o que até a deixa um pouco velha às vezes, mas casa bem com a personalidade dela. A Serena é mais próxima da gente em relação a uso, mais jeans, mais camiseta-com-coletinho; já a Blair é desejo puro por ficar tão bem de saia lápis e usar maravilhosamente color blocking com verde e amarelo (já repararam como ela usa bastante essas cores juntas?). Pelamordedeus.
     Os cabelos da Serena também são inspiração pura. Pelo que me lembro, foi ela que lançou "poder" usar grampo aparecendo no penteado, com aquela cara linda de fiz isso em casa sozinha mesmo, danem-se vocês. Sempre bagunçadinho e com cara de dormido. No caso da Blair, ondas, comprimento médio, castanho a castanho acobreado (na quarta temporada acredito que seja um 4.4 maravilhoso).
     O que tiro da série é mais isso mesmo. Ver aquela dança de nunca usar uma roupa repetida, relacionamentos totalmente inverossímeis, conflitos idiotas, mas me distrai e me inspira a me vestir melhor. E amo isso.
     Como ainda estou assistindo à 4a temporada, não fiquei caçando muitas fotos por medo de spoilers (odeio odeio odeio), mas tem cada coisa maravilinda que dá vontade de chorar e raiva de não usar meia calça rosa e saia godezona pra sair na rua.







Se você não assiste, assista. Não é nada edificante, mas ninguém aguenta Kafka o dia todo, né. Muito pseudismo pro meu gosto.

terça-feira, 9 de junho de 2015

Bateu, doeu

É seu!
Li isso num site outro dia e acho uma coisa maravilhosa!
Ouviu, incomodou, veste a carapuça, mas veste gostoso!! Hahaha